Como Ampliar Naturalmente

Caminhada Ajuda A Emagrecer Até 2 Kg Por Semana


É fato: só bater ponto na academia de segunda a sexta infelizmente não garante a sua vitória contra a balança. Não que o empenho seja em vão - retirado disso! Suar o top traz resultados, porém o defeito é que, algumas vezes, as curvas desenhadas demoram demais a mostrar-se. Aí vem aquele desânimo tremendo que quase sempre leva a gente a abandonar a atividade física. Para que isto não aconteça, fomos investigar por que a tua rotina de exercícios podes não estar dando término aos quilinhos extras.


E revelamos seis atitudes que vão ajudá-la a conquistar o organismo dos seus sonhos. Não é porque você malha com obediência que pode comer mais - ao menos, se o seu objetivo é perder peso. Não há ginástica que funcione se você utilizar a atividade física como desculpa para exagerar na comida”, alerta o fisiologista Turibio Leite de Barros Neto, da Unifesp, em São Paulo. Emagrecer é o consequência de uma conta calórica muito simples: se o teu corpo gasta mais calorias no dia a dia do que a quantidade que você ingere pela alimentação, a redução de gordura é garantida.



Por outro lado, se ingerir mais do que necessita, o exagero é armazenado na maneira de gordura. O exercício é interessante, todavia a dieta é responsável por setenta por cento do sucesso em um programa de emagrecimento”, diz o professor de educação física Almeris Armiliato, de São Paulo. A tese é comprovada por uma pesquisa feita por especialistas ingleses e escoceses. Quem foge das sessões de musculação deve dar o braço a torcer se quiser afinar a silhueta. Essa modalidade podes, sim, amparar você a perder peso. A definição é descomplicado: cada atividade física auxilia para a perda de gordura, já que em todas você gasta calorias ao longo da realização.


A queima calórica não é tão produtivo quanto a de um treino aeróbico, porém ao ampliar exercícios com peso à tua rotina você se intensifica o gasto calórico total”, fala o fisiologista Fernando Torres, da Unifesp. Com o hipertrofia, teu corpo gasta mais energia pra funcionar. Desse jeito, a grande prazo, o treino nos aparelhos, aliado a uma atividade aeróbica, vai potencializar a redução de gordura. Contudo é agradável lembrar: pra adquirir este efeito emagrecedor, utilize uma carga moderada. Escolha um peso com o qual consiga exercer dez repetições de um movimento corretamente, mas chegue ao encerramento cansada. Tem gente que acredita que fazer ginástica em jejum e não repor as energias depois podes acelerar a redução de calorias.


Engano. O que você come antes e depois do treino é importante para proporcionar pique e alavancar uma recuperação muscular, dando uma força para ocupar um organismo sequinho. É verdade que, num primeiro momento, o corpo utiliza a gordura pra adquirir energia. Entretanto por insuficiente tempo. Se não encontrar nutrientes, passa a utilizar músculo e aí você não queima os excessos”, explica Fernanda Frare Zanetti, especialista em nutrição esportiva, de São Paulo. Desse modo é interessante ingerir produtos com pequeno e médio índice glicêmico até meia hora antes de malhar.


São eles que irão liberar energia de modo lenta e contínua. Em vista disso, o organismo não vai procurar combustível nos músculos”, reÉ vela. Ao terminar o exercício, o melhor é consumir um carboidrato de grande índice glicêmico, que ajuda na recuperação, pois que fornece energia num piscar de olhos. Até trinta minutos antes: Um fatia de pão integral com peito de peru (ou queijo branco) ou um pote de iogurte natural desnatado com dois col. Até uma hora depois: Um copo de suco de melancia ou um/três de xícara de frutas secas.


Se você é daquelas que todo santo dia corre uma hora na esteira no mesmo ritmo ou entra na sala de musculação e não altera a sequência ou a carga dos aparelhos há tempos, podes parar agora mesmo. Variar o grau de contrariedade do exercício é fundamental pra enxugar as formas - e aí vale mudar a intensidade, a carga… “Senão o corpo recebe a toda a hora estímulos repetidos e fica tão acostumado que de imediato não responde como antes. Portanto, os proveitos passam a ser menores”, explica o fisiologista Claudio Pavanelli, do Clube Atlético Mineiro.


Isto é: não há defeito qualquer se você é fã de caminhada e pratica a modalidade todos os dias. O interessante é não deixar a malhação desabar na mesmice: encarar uma subida em um dia, uma descida no outro, fazer um treino mais longo e menos violento, depois um curto e bem robusto. Não entende viver sem as sessões de musculação? Ok, basta não se habituar à carga, variar a sequência nos aparelhos, encurtar o tempo de descanso entre as séries.


Essas alterações ajudam a combater a estagnação muscular que ocorre quando o corpo humano neste instante não vê fundamento pra continuar evoluindo”, garante Pavanelli. E é sempre agradável analisar se a atividade que você faz trabalha todos os grupos musculares de forma equilibrada. Caso oposto, o melhor é revezar o tipo de exercício. E também evitar lesões, isso vai deixar seu organismo mais jeitoso. É chatisse frequentar a academia todo santo dia se você não se dedicar de corpo e alma à malhação.


Realizar as repetições no aparelho de musculação batendo papo com a amiga ou falar no decorrer da aula de spinning é a mesma coisa que não fazer nada. Conversar e se exercitar ao mesmo tempo prejudica a respiração, dificultando a expiração. Sem revelar que distrai a atenção do movimento e cansa”, alerta o professor Almeris. Então, a ordem é ficar ligada nos movimentos.



Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *